Publicidade

Publicidade

Embasa pede revisão de tarifa e conta de água pode ficar mais cara


A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) solicitou à Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia uma revisão tarifária extraordinária para 2017.

De acordo com o informações publicadas no Correio 24h, a companhia não informou quando deverá ocorrer o ajuste, mas que os reservatórios de diversas regiões vêm sendo prejudicados com a longa estiagem.

Por conta da seca, 36 municípios estão em regime de racionamento de água. São eles: Vitória da Conquista, Belo Campo, Senhor do Bonfim, Jacobina, Jaguarari, Caldeirão Grande, Andorinha, Itiúba, Ponto Novo, Filadélfia, Seabra, Brotas de Macaúbas, Ibitiara, Novo Horizonte, Bonito, Palmeiras, Tapiramutá, Entre Rios, Morro do Chapéu, Poções, Bom Jesus da Serra, Queimadas, Santaluz, Candeal, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Gavião, Ichu, Nova Fátima, Pé de Serra, Pintadas, Quixabeira, Riachão do Jacuípe, São Domingos, São José do Jacuípe e Valente, além das localidades de Angico (distrito de Mairi), Umbuzeiro (distrito de Mundo Novo) e Altamira (distrito de Conde).

A empresa afirma que nenhuma cidade ficará sem o abastecimento de água, porém nos lugares mais críticos a distribuição do serviço está ocorrendo em dias alternados.

Por: Erivaldo Oliveira,  São Gonçalo Alerta

Top da Semana

Notícias