Publicidade

Publicidade

ATRÁS DAS GRADES: Preso PM baiano suspeito de assassinar jovem em Pernambuco



A Polícia Civil de Pernambuco concluiu o inquérito sobre a morte da adolescente Katarine Miranda Ferreira da Silva. O acusado é o policial militar da Bahia Fellype Anderson Souza Castro. A informação foi dada ao Aratu Online pelo delegado responsável pelo caso, Alex de Sá, nesta terça-feira (2/5), cerca de um mês depois do crime. 

O assassinato aconteceu na madraga de um sábado, 31 de março, no município de Parnamirim. Fellype ficou foragido e se entregou 18 dias depois do caso, após determinação da própria corporação.

“Fiz um ofício para o comandante-geral da PM baiana [coronel Anselmo Brandão]. Ele atendeu e um oficial apresentou o suspeito na delegacia de Salgueiro no dia 18”, destaca Alex de Sá. Fellype é lotado na 40ª Companhia Independente (CIPM/Nordeste de Amaralina) e já está custodiado no Batalhão de Choque em Lauro de Freitas. 

No depoimento, conta ainda o responsável pelas investigações, o militar disse que o disparo foi acidental. No inquérito, ele está sendo acusado por três crimes. “Eu o indiciei por homicídio qualificado, embriaguez ao volante e fornecimento de bebida alcoólica para menores de 18 anos”, pontua o delegado.

A versão apresentada pelas testemunhas foi retificada pela Polícia Civil após as investigações. Katarine estava passando pela rua quando foi atingida por um disparo dado pelo agente que estava dentro de um bar. A PM da Bahia informou, na oportunidade, que aguardava a informação oficial para tomar as medidas cabíveis.

A família da adolescente, que chegou a protestar pelas ruas da cidade cobrando celeridade nos trabalhos da polícia, se reuniu na porta da delegacia para cobrar respostas quando Fellype foi preso. “A família ficou contente com o trabalho da Polícia Civil. Consegui, em tempo recorde, finalizar a investigação”, finaliza Alex de Sá. 

Por: Erivaldo Oliveira,  São Gonçalo Alerta


Top da Semana

Notícias