Publicidade

Publicidade

Itália cria teste revolucionário capaz de mapear riscos de câncer


Usando tecnologias de ponta, o Instituto Europeu de Oncologia (IEO) desenvolveu um teste revolucionário capaz de mapear o risco genético hereditário de se ter um tumor analisando, em um único chip, as 115 mutações genéticas conhecidas. 

O anúncio foi feito pelo diretor científico da entidade fundada pelo famoso oncologista italiano Umberto Veronesi, Roberto Orecchia, afirmando que esse "super teste" será oferecido de graças, pelo menos em seu primeiro ano de existência, a todas as pacientes que são tratadas de câncer de ovário no instituto. 

No entanto, segundo o especialista, as mutações que o teste pode descobrir estão relacionadas não apenas ao câncer de ovário, mas também a vários outros, como o de mama, o de pâncreas, o do cólon, o da tiroide, o da próstata e os melanomas. 

"O objetivo é o de criar um 'passaporte genético' para cada paciente: um microchip ou um 'oncochip' que contenha todos os seus dados genéticos e moleculares em relação aos tumores; um documento que pode servir para a prevenção - também para os parentes -, para o diagnóstico e para as terapias assistidas", disse o responsável pela pesquisa, Piergiuseppe Pelicci. 

Por: Erivaldo Oliveira,  São Gonçalo Alerta
Fonte: Ansa

Top da Semana

Notícias