Publicidade

Publicidade

Secretária explica paralização temporária de atividades do CRAS e do CREAS em São Gonçalo


O encerramento e não renovação de contratos de trabalho de servidores não concursados pela prefeitura, que atuavam no Centro de Referência da Assistência Social – CRAS, e no Centro Especializado de Assistência Social - CREAS, em São Gonçalo dos Campos, é a causa principal para o não funcionamento integral dos dois órgãos há cerca de trinta dias no município.

Esses contratos perderam validade em 31 de dezembro do ano passado, 2016, sendo que as novas contratações, nomeações ou recontratações de profissionais são de responsabilidade do atual gestor municipal.

As informações são da secretária Márcia Menezes, responsável pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social, que abriga as duas unidades.

Ela explica que essa situação ainda é reflexo do processo de transição de governo, e que em reunião com o prefeito Carlos Germano, já ficou definido que os profissionais serão contratados de forma gradual, e que nos próximos dias os dois centros estarão voltando às suas atividades normais.

“Temos funcionários efetivos que durante os dois turnos estão nas duas sedes prestando esclarecimentos à população sobre a volta das atividades ali oferecidas. O CRAS e o CREAS de São Gonçalo dos Campos não estão fechados,” conclui a secretária.


CREAS é uma Unidade pública que oferta serviço especializado e continuado a famílias e indivíduos (crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos, mulheres), em situação de ameaça ou violação de direitos, tais como: violência física, psicológica, sexual, tráfico de pessoas, cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto, situação de risco pessoal e social associados ao uso de drogas, etc.

O órgão busca construir um espaço para acolhimento dessas pessoas, fortalecendo vínculos familiares e comunitários, priorizando a reconstrução de suas relações familiares. Dentro de seu contexto social, deve permitir a superação da situação apresentada.


Do outro lado, o CRAS é o sistema governamental responsável pela organização e oferta de serviços da Proteção Social Básica nas áreas de vulnerabilidade e risco social.

Por meio do CRAS, as famílias em situação de extrema pobreza passam a ter acesso a serviços como cadastramento e acompanhamento em programas de transferência de renda. O País conta, atualmente com 7.669 unidades distribuídas pelo território nacional.

O principal serviço ofertado pelo CRAS é o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif). Dentre os objetivos desse serviço estão à prevenção da ruptura dos vínculos familiares e comunitários, a promoção de ganhos sociais e materiais das famílias e o acesso a benefícios, programas de transferência de renda e serviços socioassistenciais. As ações são todas implementadas por meio de trabalho de assistência social.

A sede do CREAS em São Gonçalo dos Campos fica localizada na Praça Braúlio Seixas (Praça da Matriz). O CRAS tem sede, no município, na Rua Nascimento Ferreira, s/n.

Por: Erivaldo Oliveira, São Gonçalo Alerta
Fotos: Erivaldo Oliveira

Top da Semana

Notícias