Publicidade

Publicidade

Quatro são presos e um morre suspeito da morte de PM em Valença


Uma operação conjunta das polícias Civil e Militar, deflagrada na manhã desta quinta-feira (16), prendeu quatro suspeitos de envolvimento na morte do policial militar Rogério Souza da Silva, em 25 de dezembro do ano passado, em Valença.

Segundo a Polícia Civil, todos atuavam no tráfico de drogas na localidade do Mangue e um deles foi preso em Belo Horizonte (MG).

Ainda conforme a polícia, um quinto suspeito de envolvimento no crime, Sávio Santos Ramos, reagiu a tiros à abordagem, foi baleado e socorrido à Santa Casa de Misericórdia, onde morreu.

Com o nome de "Força Invicta", a operação também cumpriu mandados de busca e apreensão. Mais de 100 papelotes de maconha, já embalados e prontos para comercialização, foram apreendidos num dos locais visitados.

No dia 26 de dezembro, cinco suspeitos de participação no atentado contra o policial também morreram em confronto com policiais militares, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Rogério Souza da Silva, de 32 anos, era lotado na 33ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM). Na ocasião, o PM João Feitosa Plínio Júnior foi atingido por dois disparos, socorrido para o hospital de Santo Antônio de Jesus e liberado.

A morte do policial provocou comoção na cidade de Valença. Centenas de pessoas acompanharam o cortejo fúnebre que marcou a despedida, para o velório de Rogério.

O corpo do PM foi velado na Câmara Municipal de Vereadores, que fica na região do Terminal Hidroviário da cidade. Às margens do Rio Una, os moradores se espremiam para o último adeus ao policial que deixou esposa e um filho de sete anos.

Por: Erivaldo Oliveira,  São Gonçalo Alerta
Fonte: Correio24horas

Top da Semana

Notícias