Publicidade

Publicidade

Aparecimento de escorpiões assusta moradores do Povoado de Murici em São Gonçalo


Moradores da localidade rural de Murici, distante cinco minutos do centro de São Gonçalo dos Campos, estão preocupados com o aumento do número de escorpiões que têm sido encontrados no povoado nas últimas semanas. 

Segundo relatos de uma dona de casa que mora na região, e que procurou a reportagem do São Gonçalo Alerta para relatar o problema, ela já esteve na Secretaria da Vigilância Sanitária do município para comunicar a infestação. Como prova, segundo ela, chegou a levar vivas em um frasco de vidro, amostras das duas supostas espécies de escorpiões que estão provocando medo e aborrecimentos a todos da região. Mas segundo a moradora, ninguém da prefeitura ou de algum outro órgão responsável apareceu por lá.

“Já cheguei a capturar nove escorpiões dentro da minha casa em um só dia”, disse a mulher, ao tempo que pediu para não ser identificada.

Os escorpiões têm sido vistos em maior quantidade e frequência, em uma determinada área da localidade que tem como ponto de referência o Bar de Aloísio, relata outro morador. 

Alerta preocupante 

As duas espécies mais perigosas de escorpiões são encontradas em São Gonçalo dos Campos. São elas; Tityus serrulatus (se caracteriza pela cor amarelada) e Tityus stigmurus (possuem o corpo listrado). 


Em caso de acidentes envolvendo animais peçonhentos (escorpiões, cobras e aranhas), deve-se lavar o local afetado com bastante água e sabão, buscar manter a pessoa calma e procurar de imediato o posto de saúde mais próximo para que a vítima receba o atendimento adequado para a situação. Nada de remédios caseiros como alho, pimenta ou fumo sobre o local da picada. Não fure, nem corte a região. A vítima pode ingerir bastante água. Se o animal causador for capturado, aconselha-se levá-lo para ser identificado. 

Hábitos como: evitar andar descalço, ter atenção redobrada em matas, margens de rios ou lagoas; manter sempre limpa a área ao redor da residência, evitando acúmulos de madeiras, tijolos e pedras são algumas formas praticas de evitarmos acidentes com esses tipos de animais.

O Hospital Municipal de São Gonçalo dos Campos é Banco de Soro Antipeçonhentos.

Por: Erivaldo Oliveira,  São Gonçalo Alerta
Imagens ilusrativas

Top da Semana

Notícias